Páginas

20.4.12

A Lenda das Cataratas

Quem mora em Foz do Iguaçu certamente já ouviu falar sobre a lenda da formação das famosas quedas d´água: As Cataratas do Iguaçu. Uma envolvente estória de suspense, aventura e muito romance.

Imagem: DIGITAL SPIRIT ANIMATION filme: "A Lenda das Cataratas"

Naipi, a mais bela das índias Caingangues e filha do cacique Igobi, a jovem era tão bela que as águas do rio paravam quando ela se mirava. A beleza da índia era tanta que Naipi foi consagrada a Mboi – o deus serpente filho de Tupã, passando a viver somente para seu culto.

Mesmo sabendo de suas responsabilidades para com os rituais religiosos da tribo, Naipi apaixonou-se pelo jovem e destemido guerreiro Tarobá. Os amantes entregaram-se a paixão e planejaram a fuga para o dia da consagração de Naipi. Enquanto a tribo festejava o deus Mboi, os jovens caingangues empreenderam fuga rio abaixo arrastados pela correnteza.

Ao saber da fuga de sua amada com Tarobá, Mboi enfureceu-se e penetrou nas entranhas da terra, retorcendo seu corpo e produzindo uma enorme fenda que formou as famosas cataratas.

A força da água fez com que o casal caísse de uma grande altura desaparecendo para sempre. Não satisfeito com o castigo dos amantes, Mboi transformou Naipi em uma rocha para que a água das quedas castigue-a pela eternidade. Tarobá foi convertido em uma palmeira à beira da garganta do diabo. Debaixo dessa palmeira acha-se a entrada de uma gruta onde o monstro vingativo vigia eternamente as duas vítimas.




Por: Poliana Corrêa - @Polilhama